COMO SABER SE MEU FILHO ESTÁ USANDO DROGAS?

4-dicas-importantes-que-podem-indicar-se-o-seu-filho-usa-drogas-28-07-2015-08-48-26-2222

De um dia pro outro, o seu comportamento mudou. Começa ter uma vida conturbada, com problemas na escola, no trabalho, no financeiro, conflitos emocionais com a família. São características que precisam ser observadas atentamente, pois são grandes indicadores de alterações que podem estar ligadas ao uso de drogas. Outros sinais sugestivos são:

  • Agressividade – Irritação causada por pequenos motivos, causando crises de agressividade.
  • Isolamento – Afastamento da família, falta de diálogo, quando chega em casa fica vai direto para o quarto.
  • Olhos avermelhados – Algumas substâncias podem causar vermelhidão nos olhos (maconha, cola, álcool, cocaína, éter…)
  • Pontas dos dedos amareladas – O cigarro e a maconha, quando fumados até o final, pode amarelar os dedos.
  • Amizades diferentes – Se afasta dos antigos amigos, e arruma amigos com comportamento estranho.
  • Venda de objetos – Vende os objetos de valor financeiro e emocional (skate, celular, som, as roupas e tênis preferidos…)
  • Alteração da rotina de horários – Troca a noite pelo dia, dorme tarde e acorda tarde também.
  • Apatia – Começa a faltar aulas e trabalho, para de praticar esportes e se desinteressa por atividades saudáveis, cursos e esportes.
  • Desaparecimento de objetos: dinheiro, celulares, joias, aparelhos eletrônicos…

A prevenção é a melhor maneira de livrar seu filho das drogas, pois a dependência química é progressiva, e pode se tornar mortal. A família prestar apoio ao usuário é fundamental, pois a dependência desestrutura o usuário fisicamente, emocionalmente, mentalmente, socialmente, familiarmente e financeiramente.

Dependência química é doença. É preciso aprender a pedir ajuda!!!

FABÍOLA CHAGAS – PSICÓLOGA – CRP 08/11316

Veja também: CONVERSANDO SOBRE DROGAS COM A TURMA DA MÔNICA

 

Anúncios

GRUPO DE ARTETERAPIA RELATA VIVÊNCIA EM SITE “SAÚDE É MEU LUGAR”

ARTETERAPIA-1Saúde É Meu Lugar é um projeto que tem como objetivo reunir e divulgar histórias sobre experiências de trabalho em saúde em todo o território nacional. A primeira etapa é uma MOSTRA ONLINE que disponibiliza histórias contadas por profissionais de saúde, publicadas no site da mostra Saúde É Meu Lugar.

Os profissionais do NASF e ESF do Município de Porto Vitória colaboraram com esse trabalho com duas publicações: Um texto sobre a experiência com grupos arteterapêuticos intitulado “Relato da Experiência com Grupos Arteterapêuticos Enquanto Proposta de Trabalho Psicossocial do SUS no Município de Porto Vitória”, o mesmo apresentado na 3ª Mostra Paranaense de Trabalhos de Pesquisa para o SUS, e outra publicação contando a história do desenvolvimento do Projeto Expressão, que conta com dois grupos de trabalho psicossocial com arteterapia. As publicações estão disponíveis no site do evento.

O trabalho psicossocial desenvolvido em grupo no Município de Porto Vitória conta com a coordenação da psicóloga Fabíola Chagas, execução da arteterapeuta Noeli Zamboni Werle, com o apoio da educadora física Ana Carla Skibinski Ferreira e da Equipe da Estratégia de Saúde da Família, representada neste trabalho pelos agentes comunitários de saúde Daymithy Zimmermann Trocha e José Augusto Brixi.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

ARTETERAPIA DE PORTO VITÓRIA PARTICIPA DA 3ª MOSTRA PARANAENSE DE PROJETOS DE PESQUISA PARA O SUS

IMG_20170725_231947382.jpg
Da esquerda para a direita: Noeli Zamboni Werle (Arteterapeuta), Fabíola Chagas (Psicóloga) e Daymithy Zimmermann Trocha (Agente Comunitário de Saúde)

No dia 28 de julho do ano de 2017, a Equipe de Saúde do município de Porto Vitória esteve presente nas dependências do Centro Universitário UNIBRASIL, na cidade de Curitiba, para participar da 3ª Mostra Paranaense de Projetos de Pesquisa para o SUS.

A Agente Comunitária de Saúde Daymithy Zimmermann Trocha,  a Arteterapeuta Noeli Zamboni Werle e a Psicóloga Fabíola Chagas representaram a equipe concorrendo ao 2º Prêmio Inova Saúde Paraná através da apresentação de dois trabalhos científicos: Relato da Experiência com Grupos Arteterapêuticos Enquanto Proposta de Trabalho Psicossocial do SUS no Município de Porto Vitória, e Estudo de Caso: Um Diálogo Entre a Arteterapia e uma Jovem Emocionalmente Instável.

Os trabalhos receberam muitos elogios pela originalidade, e incentivo ao trabalho psicossocial. “Concorremos com grandes trabalhos”, relata Noeli. “Nos sentimos honrados por poder mostrar um pouco da nossa experiência em um evento tão grandioso como este… “ complementa Fabíola.

A Equipe de Apoio à Saúde Mental foi acompanhada até Curitiba pelo Secretario Davi Geisler e pela Coordenadora Regional de Saúde Mental Maria Rosemeide Kimita.

O trabalho desenvolvido no município de Porto Vitória é fruto da união das equipes do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) e Equipe de Estratégia Saúde da Família (ESF).

Para acesso aos ANAIS, clique aqui.

 

Formulário para contato:

 

DICAS PARA DESESTRESSAR

O Stress está cada dia mais comum na nossa realidade. Trabalho, casa, dinheiro, filhos, família… Parece impossível conciliar todas as responsabilidades da nossa atualidade. Mas você deve estar se perguntando: O que é, afinal, o stress?

O Stress é algo natural. É ele que nos ajuda a recuperar a estabilidade após uma mudança inesperada, ou uma situação de perigo. Esse stress é o que nos avisa que precisamos agir para preservarmos a nossa existência, fato que foi exatamente o que nos protegeu desde o tempo das cavernas para nos motivar para a caça, ou defendermos de um perigo na selva.

O problema é que a selva dos dias atuais em nada se parece com a de milhões de anos atrás. Hoje o perigo é iminente e contínuo. Nunca sabemos quando estaremos à salvo. Com tantas preocupações, o stress permanece por um longo período de tempo, e acaba evoluindo para um Stress Negativo, que nada mais é do que uma falha na tentativa de adaptação do indivíduo à uma situação que persiste incansavelmente. Se não for tratado, o stress pode evoluir e causar inúmeros danos à nossa saúde.

Baixa da imunidade, predisposição à fungos e bactérias, doenças autoimunes, enxaquecas e quadros depressivos são alguns exemplos de complicações geradas pelo stress. Um dos problemas comuns do Stress Negativo é o aumento do hormônio Cortisol, causando uma instabilidade hormonal que gera inúmeros malefícios para o funcionamento pleno do organismo.

Se você desconfia que está sofrendo de stress, procure um profissional para avaliação da gravidade do seu caso.  Agora, se você gostaria de prevenir, estabilizar, ou mesmo auxiliar o tratamento que está realizando, abaixo disponibilizo algumas dicas que você pode realizar para melhorar a sua qualidade de vida, e consequentemente mandar o danado do Stress embora! A dica é: aprender a soltar. Desapegue-se! Acalme a mente. Leve a vida mais leve…

Que sua vida seja abençoada! Namastê!

FABÍOLA CHAGAS – PSICÓLOGA – CRP 08/11316


ff80a92e363b6f7f9be1b7b5482aad7f

O QUE A COR DA SUA URINA QUER DIZER DA TUA SAÚDE?



086af7498af9fe7c1b4e8b277752bf15

Andamos sempre preocupados com as responsabilidades da vida, os compromissos, trabalho, filhos… Pouco paramos para prestar atenção nos sinais que o nosso corpo dá. E geralmente, quando começamos a sentir alguns sinais e sintomas, já existe uma doença instalada.

Por isso é muito importante desacelerar, acalmar a mente. Se você vive no stress do dia a dia e não acha importante parar para olhar para dentro e para fora de você mesmo, pare agora mesmo! Se custa caro um minuto do teu tempo, imagine ter que viver o tempo todo para consertar algo que poderia ser evitado.

Um dos sinais que o nosso corpo dá é a cor que está a nossa urina. Você já parou pra pensar que uma urina escura pode ser um primeiro sinal de que algo no seu corpo não está bem?

Para isso, encontrei por aí (na internet) esse gráfico que demonstra variações das cores, e que você poderá se beneficiar para aumentar o sua consciência do que precisa ser mudado – antes que seja tarde demais…

Se você notou alguma alteração em sua urina, nem pense em tomar aquela medicação que a amiga da amiga da sua tia lhe indicou. Nem aquele chazinho que vendem na lojinha da esquina ou que sua avó tem no quintal de casa (e não estou me desfazendo do benefício das ervas naturais, só afirmo que quando pode haver uma doença já instalada o tratamento medicamentoso necessita de intervenção mais agressiva). O ideal sempre é procurar um médico de sua confiança.

Dica de especialista: Para qualidade de vida, diminua o ritmo. Pare um pouco. Desacelere. Leia um livro. Medite. Encontre os amigos. Brinque com os seus filhos. Ame seu corpo. Sorria… O tempo passa tão rápido. A vida é para ser vivida com intensidade e muito amor…

Namastê!

Fabíola Chagas – Psicóloga – CRP 08/11316

COMO LIDAR COM OS MEDOS INFANTIS DE SEU FILHO?

Todos nós temos medo de algo. Seja um animal ou de uma situação em questão, o medo muitas vezes paralisa. E o medo é ainda mais assustador quando somos crianças.

As crianças estão inseridas em um mundo adulto. Você já imaginou como é olhar o mundo através dos olhos de uma criança? Um mundo ameaçador, de gigantes que nos protegem, mas muitas vezes nos causam insegurança… E não há outra opção a não ser confiar neles.

Por estarem inseridos num mundo desconhecido e muitas vezes inseguro, é muito comum crianças apresentarem medos quando estão longe da proteção de um adulto. Mas o que fazer para deixar as crianças mais seguras e aprenderem a lidar com seus medos e angústias?

A primeira coisa é jamais subestimar o medo da criança. Dizer que monstros não existem, ou que não tem nada no escuro somente vai aumentar a sua angústia. Ela precisa de segurança, e é muito mais coerente embarcar na fantasia dela. Colocar um bicho de pelúcia para protegê-la, ou levá-la até o armário para trancar o monstro por precaução pode ser uma boa estratégia.

E por falar em estratégia, não adianta acalmar a criança a noite, mas assustá-la durante o dia. Você precisa ter coerência nas suas atitudes.

Levar a criança para sua cama parece mais fácil, mas isso não é recomendado. Ela precisa aprender a lidar com seus medos para se sentir mais segura e desenvolver a independência.

Se a rotina da família precisar ser mudada em função dos medos de seu filho, convém consultar um especialista. O que define o que é medo e o que é fobia depende de cada criança. Geralmente os medos permanecem por algum tempo, porém se persistir ou começar a aparecer somatizações através de sintomas físicos os pais devem se manter em alerta.

Os medos são particulares de cada indivíduo, porém alguns são comuns em cada fase do desenvolvimento. Abaixo, alguns dos medos mais comuns apresentados de acordo com a idade.

b13d8d3ff1e9ef46b1870804be0070ba

Em caso de dúvidas, procure ouvir a opinião de um especialista.

FABÍOLA CHAGAS – PSICÓLOGA – CRP 08/11316

DICAS PARA LEVAR UMA VIDA MAIS FELIZ

Encontrei por aí essas dicas que considerei de grande utilidade para o dia a dia. São coisas simples que fazem a diferença, e nos ajudam a manter a leveza em nossa existência. Vale a pena até imprimir e deixar numa área visível da sua casa ou trabalho. Pensar e fazer coisas boas elevam

asvibrações de sua energia e atraem coisas boas.

Que tal começar agora?

dicas-de-vida

Enjoy!

Fabíola Chagas – Psicóloga – CRP 08/11316

A LEI DO RETORNO – Ou de Causa e Efeito

VOCÊ ACREDITA NOS EFEITOS DA LEI DO RETORNO? OU ACREDITA MESMO NA SORTE?

Cada vez mais acredishutterstock_229039786to nos efeitos das Leis do Universo. A Lei do Retorno, ou de Causa e Efeito é uma dessas leis. Ela é fácil de explicar, mas bem difícil de entender. É simples: Tudo o que vai, volta. Clichê, porém “tão certo quanto o calor do fogo” (referenciando a música FOGO, interpretada pelo Capital Inicial). E não é depois, não. O que se faz, se recebe na hora. Aí não entendemos, por exemplo, o porque que certas pessoas tem as coisas que deseja de uma maneira tão fácil, e outras coitadas, são tão sofridas e vitimizadas.

Algumas pessoas simplesmente ignoram que o que lhes acontece é consequência das próprias atitudes, e atribuem tudo à “má sorte na vida”. Pensando assim, nada fazem para tentar mudar. Aí se sentem frustradas, deprimidas e desmotivadas. Nenhuma auto análise, nenhuma introspecção, nenhuma mudança de pensamento e comportamento.  E o resultado? Os pensamentos não mudam, o comportamento se repete, e a consequência obtida é sempre a mesma.

Nem sempre é fácil adquirir a consciência de quais atitudes nossas está causando essas consequências. Mas se você não gosta do que está recebendo, se atente ao que está emitindo. Qual sua postura diante do mundo? Você age respeitando as outras pessoas, através do amor e compreensão, ou está sempre querendo tirar vantagem em seu próprio favor? Qual comportamento seu está expondo a fragilidade do outro?

E antes mesmo que alguém diga que não acredita em misticismos, informo que a Lei do Retorno é uma das leis da física, também chamada de O Princípio de Newton ou Lei da Ação e Reação. Ela afirma que “uma força não pode exercer uma ação, sem, no mesmo instante, gerar uma reação igual e diretamente oposta”. Ora, se tudo no universo funciona em sincronia, desde os átomos até os corpos celestes e obedecem à uma ordem precisa, se tudo no universo flui, se tudo é causa e efeito, porque não faríamos parte desta sincronia?

Deixo então aqui minha contribuição para o universo, e espero que você possa usar esses ensinamentos para melhorar a sua vida. Desejo muita luz, paz e amor pra você!

Gratidão!

FABÍOLA CHAGAS – PSICÓLOGA – CRP 08/11316

o-karma-e-as-linhas-da-acao-e-reacao-aloq-1900x700_c-1030x379